conteúdo não indicado para menores de 18 anos

segunda-feira, 27 de novembro de 2023

Programa Maison da Pernod Ricard

 
Luiz Pagano na Pernod Ricard de Paris - ft business press

O objetivo da maioria das estratégias corporativas é construir uma vantagem competitiva real e duradora, melhorando a qualidade ao atendimento ao cliente.


Maison Program in Canada. ft John Ormston 

É nesse espírito que surge o Programa Maison, iniciativa da Pernod Ricard que representou uma abordagem inovadora para aprimorar a qualidade do atendimento ao cliente na comunidade de bartenders, alinhando-se com as estratégias corporativas de construir uma vantagem competitiva duradoura, foi com isso em mente que a Pernod Ricard criou o Programa Maison, uma jornada educacional para aprimorar o preparo de profissionais de bares, restaurantes e coquetelaria em geral, com foco em costumer service.

Luiz Pagano e outros formadores do Programa Maison - Paris Julho de 2013 - ft busniess press

A parceria inovadora entre a Pernod Ricard e a École hôtelière de Lausanne deu os primeiros passos em novembro de 2012, mas só foi anunciada em 19 de novembro de 2013, marcada pela assinatura de um acordo de parceria com objetivos de proporcionar excelência no ensino e na formação profissional. reconhecimento no atendimento ao cliente global. A colaboração Pernod Ricard e École hôtelière de Lausanne já esitia antes, desde 2008 quando atuou de forma conjunta na "Responsible Party", um programa de consumo desenvolvido por estudantes e agora alargado a nível europeu.

Sede da Pernod Ricard 12 Pl Des Etats Unis 75116 Paris 16

O curso é composto por 11 módulos, abrangendo categorias como whisky, gin, scotch, vodka, conhaque, champanhe, rum, Atendimento ao Cliente e Bartender Theater e ao final oferece um diploma de peso.

 Voltado tanto para bartenders iniciantes quanto experientes que desejam aprimorar suas habilidades, o pograma foi disponibilizado para diversos países, incluindo Canadá, Austrália, Colômbia, Hong Kong, Alemanha, Finlândia, África do Sul e países do Golfo. Com planos de expansão para Suíça, Áustria, Brasil e França.

Un toast au Pernod

Como parte do time de Educação de marcas da Pernod Ricard aqui no Brasil, eu tive o privilégio de participar da primeira turma dos formadores. 

O grande trunfo desse programa é sem dúvida a parceria com a École hôtelière de Lausanne (EHL), a instituição cuja o renome remonta a 1893, adiciona uma dimensão excepcional à formação, fortalecendo o compromisso da Pernod Ricard com a excelência.

A Pernod Ricard possui sua própria universidade – uma função de treinamento global em toda a empresa para todos os aspectos do desenvolvimento de pessoal.

Durante minha participação na formação de educadores que aconteceu Universidade Pernod Ricard, na sede da empresa em paris, no mês de julho de 2013, fui inspirado pelas palestras de dois mentores de destaque: Will Pitcforth, Global Maison Coordinator, e Eric Fossard, Global Maison Trainer, cuja experiência prática e insights profundos aprimoraram minha compreensão das marcas em uma escala de importância igual, apesar de eu ser um funcionário da Pernod Ricard.

Luiz Pagano em Paris Julho 2013 . ft business press

A proposta do Programa Maison era ter uma visão independente na escolha das bebidas, sendo elas da Pernod Ricard, Diageo, ou outra concorrente, focando nos benefícios reais das bebdias, ignorando orientações mercadológicas de suas empresas.

Essa abordagem sem precedentes foi respaldada por uma colaboração estratégica com a École hôtelière de Lausanne, cuja Diretora Educacional, Isabelle Martin, desempenhou um papel vital na parceria e acreditação.

Além disso, a inovadora tecnologia iPad, desenvolvida pela agência Contagious, com sede em Londres, trouxe uma dimensão interativa e dinâmica à aprendizagem, refletindo o compromisso do Programa Maison com os avanços tecnológicos. Os educadores formados na Universidade Pernod Ricard distribuíam na sala de aula de seus paíse de orígem, I-pads controlados por ele, que liberava e trancava o acesso à medida que a aula avançava, permitia assim um enorme dinamismo, auxiliado ainda por degustações comparativas e momentos de esclarecimento de dúvidas.

Cada educador e seu país local tinha o conteudo aprovado traduzido e pronto para uso, com um sistema gráfico de última geração, que permitia visualizar e girar mais de 1000 garrafas, dando leitura a rótulos e contra-rótulos, em cinco idiomas iniciais, com expectativa de adição de mais.

Luiz Pagano nos escritórios da Pernod Ricard em Paris Agosto/Julho de 2013 - f. buisiness press

Quando o programa ainda estava no seu formato piloto, o educador de marca Ben Davidson, Gerente de Educação de Marcas da Austrália, conduziu 64 sessões de treinamento Maison na Austrália em 2013, fazendo os primeiros testes e evidenciando o alcance global deste programa. 

O Programa Maison foi muito além de ser um simples curso de treinamento, representando um marco significativo na formação global de profissionais de bebidas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Segredos do Koji na Produção de Sake e Cauim

Em minha pesquisa, busco resgatar o que deve ter sido o Cauim do Inhapuambuçu, uma bebida consumida por Tibiriçá na antiga região do Triângu...